menu
15/06/16 - Por: Assessoria

IBIO participa da 3ª Bienal dos Fundos de Água

 

Representantes do Instituto estão no evento em Bogotá, na Colômbia, que conta com a presença de importantes líderes globais e debate sobre a sustentabilidade dos recursos hídricos

O diretor presidente do IBIO, Eduardo Figueiredo, a gerente de Comunicação, Rafaela Rodrigues, e o coordenador de projetos da organização, Thiago Belote, participam, a partir de hoje, 15, a 17 de junho, da 3ª Bienal Fundos de Água, que acontece em Bogotá, na Colômbia. O evento é de suma importância e conta com a participação de importantes líderes globais, entre eles o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, o presidente da The Nature Conservancy (TNC), Mark Tercek, o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, o CEO da Femsa, Carlos Salazar Lomelín, o ministro do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Colômbia, Luis G. Murillo, o ministro de Clima e Ambiente da Noruega, Vidar Helgesen, o cantor colombiano engajado em causas ambientais, Carlos Vives, entre muitos outros. O objetivo é promover um debate aprofundado sobre a sustentabilidade das bacias hidrográficas e os recursos hídricos para o futuro.

fundos_de_agua_ibio

O evento é uma das iniciativas da Aliança Latino Americana de Fundos de Água, criada em 2011, pela TNC, Fundação Femsa, BID e Global Environmental Facility (GEF). O encontro visa atender um dos pilares desse movimento, que é a capacitação, disseminação e compartilhamento de conhecimentos entre múltiplos parceiros e organizações que integram uma rede global de atuação, a partir da implantação de projetos e ações que utilizam infraestrutura verde na preservação e restauração de mananciais hídricos. “O IBIO está entre as instituições pautadas por essa diretriz. Nossos projetos seguem uma estratégia de adaptação que potencializa o desenvolvimento econômico e social por meio do aumento da competitividade ambiental das regiões em que estamos presentes. Essa bienal representa para nossa organização uma oportunidade de absorver as principais tendências, experiências e boas práticas adotadas em outros países da América Latina e do mundo”, destaca Eduardo Figueiredo.

Durante sua abertura, em 15 de junho, o presidente do país que recebe esta edição da Bienal, Juan Manuel, destacou a responsabilidade e a urgência na implantação de soluções que possibilitem a recuperação e preservação dos recursos hídricos do planeta. “A dívida ambiental é imensa. Conservar a água é uma prioridade para este governo. Cuidar de nossas fontes de hídricas é uma tarefa que não pode esperar”, declarou.

Já o presidente da TNC, Tercek, e o gerente de Infraestrutura e Energia do BID, Pablo Pereira dos Santos, enfatizaram a importância dos fundos de água: “Eles são o mecanismo mais eficiente para conservação de recursos hídricos”, defendeu Tercek. “Os fundos de água contribuem para reduzir o desequilíbrio entre oferta e demanda, com o desenvolvimento verde”, declarou Pablo Santos. Outro reconhecido líder latino-americano que destacou a relevância dos fundos de água foi Luis G. Murillo, ministro do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Colômbia. “Os fundos de água são um mecanismo democrático e transparente para cuidar dos nossos recursos hídricos.”

A programação da 3ª Cúpula Bienal dos Fundos de Água será composta por oficinas de capacitação, educação e informação sobre ciências, mecanismos de ação e decisão, negócios, políticas públicas, gestão e comunicação. Nos seus três dias de realização, o congresso vai reunir um público de mais de 200 pessoas, entre profissionais de conservação, gestores ambientais, formadores de opinião e tomadores de decisões dos fundos de água, do terceiro setor e da iniciativa privada, autoridades governamentais regionais, nacionais e globais, representantes das agências multilaterais e de desenvolvimento comunitário da área acadêmica e sociedade civil.

Confira nas redes sociais do IBIOFacebook, Linkedin, Twitter e Google Plus – as notícias de nossos representantes na 3ª Bienal de Fundos de Água.

 

© 2016 IBIO - All rights reserved